Nossos dentes nos ajudam a mastigar e digerir alimentos, desempenham um papel importante na fala e tem um impacto global na nossa saúde. E conhecer melhor seus dentes é uma das melhores formas de garantir a saúde deles, principalmente em se tratando dos dentes permanentes.

Dentição permanente: cronologia

Os seres humanos tem dois conjuntos de dentes, chamados de dentes de leite e de dentes permanentes, que se desenvolvem em estágios. Embora a cronologia seja diferente, o desenvolvimento de cada um destes conjuntos de dentes é semelhante.

Dentes tendem a crescer e aparecer em paralelo, o que significa que o molar superior no seu lado esquerdo deve crescer aproximadamente ao mesmo tempo que o molar superior à direita.
O desenvolvimento do dente começa muito antes de seu primeiro dente se tornar visível. Por exemplo, o primeiro dente de leite aparece em torno de seis meses de idade, mas o desenvolvimento desses dentes começa durante o início do segundo trimestre da gravidez.

A coroa de um dente se forma primeiro, enquanto as raízes continuam a se desenvolver mesmo após o dente já ter aparecido na boca. Os 20 dentes de leite já estarão no lugar por volta dos 3 anos, e permanecem assim até cerca de 6 anos de idade, quando eles começam a cair para abrir caminho para um conjunto permanente de dentes. Dentes permanentes começam a crescer entre 6 e 12 anos de idade.

A maioria dos adultos tem 32 dentes permanentes, os quais são maiores e levam mais tempo para crescer do que os dentes de leite.

Formação dos dentes permanentes

A dentição permanente é formada por conjuntos de dentes que se formam em pares na boca de um indivíduo. (Foto: HealthTap)

Anatomia dos dentes permanentes

Um dente é dividido em duas partes básicas: a coroa, que é a parte visível, branca do dente; e a raiz, que você não pode ver. A raiz se estende abaixo da linha da gengiva e ancora o dente no osso. Seus dentes contém quatro tipos de tecido e cada um faz um trabalho diferente.

Esmalte. é a substância visível que cobre a coroa do dente. Mais duro do que nossos ossos, o esmalte protege o dente das cáries. O esmalte é composto de fósforo e cálcio.

Dentina: encontrada abaixo do esmalte, é calcificada e se parece com osso. Dentina não é tão dura quanto o esmalte e por isso, está em maior risco de cáries no caso de desgasta do esmalte.

Cemento. cobre a raiz do dente e ajuda a ancorá-lo no osso. É mais macio que o esmalte e a dentina; A melhor maneira de proteger este tecido mais macio das cáries é tomando bom cuidado de suas gengivas. Ele tem uma cor amarelo claro e é geralmente coberto pelas gengivas. Mas com o cuidado dental inadequado, as gengivas podem tornar-se doentes e encolher, expondo o cemento à placa e às bactérias.

Polpa. é encontrada no centro do seu dente e contém os vasos sanguíneos, nervos e outros tecidos moles que fornecem nutrientes, recebem e emitem sinais e sensações aos dentes.

Dentes: nomes, tipos e funções

Dentes te ajudam a mastigar sua comida, tornando-a mais fácil de digerir. Cada tipo de dente tem uma forma ligeiramente diferente e executa um trabalho diferente.

Incisivos: são os oito dentes na frente e no centro da sua boca, sendo quatro na parte superior e quatro na parte inferior. Estes são os dentes que você usa para dar mordidas no seu alimento. Incisivos são geralmente os primeiros dentes a aparecerem, com cerca de 6 meses de idade para os dentes de leite, e entre 6 e 8 anos de idade para o seu conjunto de dentes permanentes.

Caninos: seus quatro caninos são o próximo tipo de dentes a se desenvolver. Estes são os seus dentes mais afiados e são usados ​​para rasgar os alimentos. Caninos de leite geralmente aparecem entre 16 e 20 meses de idade, com os caninos superiores aparecendo antes dos caninos inferiores. Em dentes permanentes, a ordem é invertida, com caninos inferiores aparecendo em torno dos 9 anos com a parte superior aparecendo entre 11 e 12 anos de idade.

Pré-molares: são usados ​​para mastigação e moagem de alimentos. Você tem quatro pré-molares de cada lado da boca, dois na parte superior e dois na mandíbula inferior. Os pré-molares superiores aparecem em torno de 10 anos e os inferiores aparecem cerca de um ano depois. Não há pré-molares de leite.

Molares: são usados ​​para mastigar e triturar alimentos. Estes aparecem entre 12 e 15 meses de idade. Esses molares, também conhecidos como molares permanentes, são substituídos pelos quatro superiores e quatro inferiores. Os molares permanentes não substituem, mas vem atrás dos dentes de leite. Os primeiros molares aparecem em torno dos 6 anos de idade, antes dos molares primários caírem, enquanto os molares que faltam aparecem entre os 11 e 13 anos de idade.

Terceiros molares: conhecidos como sisos. Estes são os últimos dentes a se desenvolverem e não tipicamente aparecem até a idade dos 18 a 20 anos, e algumas pessoas nunca desenvolvem terceiros molares. Para aqueles que o fazem, esses molares podem causar aglomeração e precisam ser removidos.

Cuidados com os dentes permanentes

Sua boca é importante. Não deixe sua saúde bucal de lado. Para uma boa saúde dental, escove e use fio dental regularmente, não fume, coma uma dieta saudável e veja o seu dentista regularmente para limpeza dental e exames. Uma boca saudável contribui para um corpo saudável e um sorriso bonito.

Como você cuida dos seus dentes permanentes? Como seu dentista te ajuda a cuidar dos seus dentes?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.