No artigo de hoje vamos te dar dicas para iniciar na corrida de montanha da melhor maneira possível. Vejam quais são as principais mudanças e como realizar a adaptação da forma mais segura possível.

Sair do asfalto e partir para as trilhas e montanhas é sem dúvidas um grande desafio, mas essa nova experiência é muito válida para quem quer fugir da rotina das corridas de rua.

Para realizar esta transição o corredor precisa estar atento a pontos importantes desta nova modalidade. A principal mudança é quanto ao tipo de terreno, certamente o corredor irá estranhar o terreno irregular.

Adaptar-se ao novo terreno, compreender as variações de ritmo são apenas alguns aspectos que o corredor precisa assimilar para alcançar bons desempenhos na corrida de montanha.

Na sequencia de nosso artigo vamos te apresentar as melhores dicas para te ajudar na transição e iniciar sem erros e riscos nas corridas de montanha. Leiam todas com bastante atenção e aproveitem ao máximo desta nova modalidade.

Como é a adaptação para a corrida de montanha?

Nem todo mundo tem a chance de treinar sempre no terreno irregular das trilhas e montanhas, sendo assim, sempre que puder o corredor deve treinar em lugares gramados, areia ou de terra seca é ótimo, uma vez que estes terrenos são mais irregulares que a rua e não apresentam tanta diferença em relação ao asfalto.

Outro benefício de treinar nestes tipos de locais é quanto à redução considerável do impacto nas articulações, além de exigir mais força muscular. Características que beneficiam uma adaptação mais direcionada a sua nova modalidade.

Como iniciar na corrida de montanha?

Tudo sobre a corrida de montanha

Reforço muscular para a corrida de montanha

Como foi dito anteriormente, a nova modalidade exige muito mais força muscular do que a corrida de rua. Depois do terreno irregular, talvez esta seja uma das principais diferenças entre as modalidades.

Portanto, é indicado que você dê mais atenção aos treinos de fortalecimento muscular na academia. Converse com seu orientador físico sobre os métodos de resistência muscular localizado.

Estes métodos buscam estimular o músculo para trabalhar bem próximo do seu esforço máximo. Essa condição irá favorecer a adaptação da musculatura à sua rotina. Novamente alertamos sobre a importância de ter um profissional de Educação Física te orientando.

Comece devagar na corrida de montanha

É fundamental esquecer o desempenho que tinha na corrida de rua. A corrida de montanha oferece mudanças bruscas de intensidade e isso faz com que haja várias mudanças de ritmo durante todo o percurso.

O corredor que está iniciando na corrida de montanha precisa compreender que em alguns trechos ele precisará caminhar lentamente, ou seja, não existe aquela constância natural da corrida de rua.

Outra dica importante é sempre optar por corridas curtas, principalmente no inicio. A indicação é que os corredores jamais escolham percursos superiores a 6 km. A transição requer uma mudança do seu padrão motor, as deficiências técnicas podem surgir e certamente vão te fazer consumir mais energia.

Para corrigir estes erros motores, você vai precisar de orientação capacitada, o ideal é que você busque um profissional especializado nas corridas de montanha. Após algumas avaliações, o mesmo poderá te indicar e auxiliar quais as mudanças precisa efetuar, mas isso é facilmente corrigido com treinos.

Como é o treino para a corrida de montanha?

O treino é bem especializado, por isso a importância de ter um orientador experiente no assunto. Talvez você esteja pensando porque essa orientação especial, mas a resposta é simples.

A atividade física parece ser algo muito simples e que qualquer um pode realizar sem problemas, mas essa percepção é errônea e perigosa. Os erros de movimentos podem causar sobrecargas nas articulações e músculos, provocando lesões ou problemas mais graves.

O profissional de Educação Física tem toda a capacitação voltada para aprender sobre os movimentos e como melhorar a execução deles em cada pessoa. Isso acontece de uma forma natural e te prevenindo de lesões, mas quando não orientação você pode cometer erros graves.

Existem pessoas que jamais sofreram lesões mesmo treinando sozinhas, mas isso não quer dizer que elas estão saudáveis, talvez o seu corpo ainda consiga compensar as sobrecargas, mas suportará até quando?

Treinos de específicos de propriocepção são fundamentais para corredores de montanha. Os exercícios de equilíbrio e saltos os melhores para atender este requisito. Musculação, funcionais e pilates são boas opções para promover desenvolvimento de força, mobilidade, flexibilidade e resistência.

Estamos chegando ao final deste artigo e agora com essas dicas em mãos vocês podem desfrutar ao máximo dos benefícios que a corrida de montanha pode oferecer, mas antes de finalizar não podemos deixar de falar para jamais iniciar uma atividade física sem a liberação médica.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.