Uma boa higiene bucal pode ajudar a proteger mais do que apenas os dentes. Pessoas com má saúde oral também podem ter problemas com a auto estima, dificuldades em encontrar um emprego, problemas no desempenho escolar, desconforto oral, problemas de fala, desnutrição, problemas de deglutição, e podem até morrer em casos mais extremos de infecções orais ou câncer na boca. Prevenir esses problemas com os cuidados certos pode te salvar de sérios problemas de saúde.

Há algumas maneiras universais de manter sua saúde dental, como visitar regularmente o dentista, escovar regularmente e passar o fio dental em seus dentes. Algumas pessoas, no entanto, podem precisar tomar precauções extras para a prevenção de doenças na boca.

Doenças da boca: prevenção desde criança

Cáries na primeira infância ou a cárie de mamadeira é um padrão distinto de cárie dentária. Quando elas primeiro aparecem, você pode notar manchas brancas perto da linha da gengiva. Esses pontos ficarão castanhos à medida que a cárie progride. O tratamento precoce é importante para reduzir o nível de cáries nos dentes, desde quando a pessoa é ainda criança. Os açúcares deixados nos dentes podem levar às cáries. Estes açúcares podem vir do leite, suco ou alimentos. Para evitar as cáries desde a primeira infância, as pessoas devem adotar alguns cuidados especiais.

Restringir a alimentação por mamadeiras aos horários das refeições e não colocar o bebê para dormir com uma garrafa. O leite ou o suco na boca banhará os dentes nos açúcares dos quais as bactérias se alimentam.

Antes que os dentes cresçam. acostume seu bebê aos cuidados orais regulares, limpando as gengivas duas vezes por o dia com um pano limpo, macio, fino, como um lenço ou toalha.

Depois que os dentes do seu bebê aparecerem, mude para uma escova de dentes de bebê umedecida com água. Não use creme dental até que seu filho tenha idade suficiente para cuspir. Engolir creme dental enquanto seus dentes estão se desenvolvendo pode causar uma condição chamada fluorose, que ocorre quando muito flúor é absorvido e faz com que os dentes da criança pareçam manchados ou granulados.

Você deve desmamar seu filho da mamadeira quando eles tiverem cerca de 1 ano de idade. Introduza copos à prova de derramamento para sua criança, e preencha ele na maioria das vezes com água pura..

Prevenção de doenças da boca

Com bons cuidados dentais, é possível manter todas as doenças dentais afastadas e evitar que elas acabem com seu sorriso, ou até com sua vida. (Foto: The Huffington Post)

Doenças na boca: prevenção voltada para mulheres

As mulheres tem preocupações dentárias diferentes dos homens durante os vários estágios da vida. `Por exemplo, durante a adolescência, quando uma jovem mulher começa a menstruar, seus períodos podem ser acompanhados por feridas na boca ou gengivas inchadas. No início da idade adulta, as mulheres em idade fértil tem uma razão adicional para praticar uma boa higiene bucal. A doença periodontal aumenta o risco de parto prematuro com baixo peso ao nascer.

Durante a gravidez, um pico de progesterona e outros hormônios pode perturbar o equilíbrio normal do seu corpo. Isso pode resultar em doenças da boca como a gengivite, pouca ou muita saliva ou tumores benignos, semelhantes a tumores em suas gengivas, chamados granulomas. Vômitos frequentes causados ​​por enjoos matinais pode incentivar a cárie dentária, dissolvendo o esmalte dos dentes. A melhor maneira de evitar esses problemas é praticar uma boa higiene bucal. Consulte o seu dentista ou médico sobre quaisquer preocupações médicas.

Não pule suas consultas ao dentista quando grávida. É seguro para mulheres grávidas receberem cuidados dentários. Apenas certifique-se de deixar seu dentista saber que você está grávida.

Quando as mulheres atingem a menopausa, a deficiência de estrogênio coloca as mulheres em risco de doença periodontal. Muitas também podem apresentar uma desordem caracterizada por uma sensação de formigamento desagradável, ocasionalmente associada com mudanças na percepção do paladar. A condição é tratada com cremes medicinais ou pastilhas, ou com medicamentos orais, de acordo com recomendação médica ou do dentista.

Cuidados para prevenir doenças da boca na terceira idade

À medida que envelhece, pode tornar-se menos capaz de mastigar eficazmente, especialmente se tiver dentes ausentes ou próteses mal ajustadas. Você pode tomar medicamentos que causam a boca seca. Este problema pode causar dificuldade em engolir, o que pode levar à desnutrição. Além disso, ter uma boca seca pode permitir que as bactérias se acumulam, causando mau hálito, gengivite e infecções.

A ocorrência de doenças na boca durante a terceira idade é muitas vezes um resultado de obstáculos à boa higiene bucal, tais como artrite e deficiência de memória.

Adultos idosos e portadores de necessidades especiais muitas vezes dependem de cuidadores para a higiene bucal adequada, cuidado que às vezes é difícil de prover. Um idoso ou portador com necessidades especiais pode ficar agitado se entender mal a intenção do cuidador, e dificultar os cuidados para prevenção de doenças da boca. Medidas especiais, como o uso de restrições físicas ou medicamentos, podem ser necessárias para permitir que cuidadores prossigam com o regime de higiene bucal.

Pessoas com doenças auto imunes devem ter cuidados especiais com doenças da boca

Pessoas portadoras de doenças auto imunes são vulneráveis ​​a infecções oportunistas da cavidade oral. Além disso, pessoas com doenças autoimunes podem desenvolver outras infecções fúngicas da boca, como histoplasmose, aspergilose e candidíase oral. Os cuidados de higiene bucal normais, juntamente a cuidados recomendados pelo seu dentista, são essenciais para prevenir essas doenças da boca.

Dicas para uma boa saúde bucal e a prevenção de doenças da boca

Enquanto alguns grupos de pessoas podem precisar de prestar mais atenção à saúde bucal, todos devem praticar boa higiene bucal. Algumas dicas são essenciais para uma boa saúde bucal, e melhores práticas para uma boa saúde da boca.

Visite o seu dentista uma a duas vezes por ano para uma limpeza e check-up. Escove os dentes com um creme dental com flúor um mínimo de duas vezes por dia. Substitua a escova de dentes a cada três a quatro meses. Passe o fio dental pelo menos uma vez por dia. Escove sua língua para remover bactérias e refrescar sua respiração. Algumas pessoas irão se beneficiar de tratamentos com flúor e enxaguantes bucais.

Marque um dentista assim que você notar algum dos seguintes sintomas: gengivas vermelhas, inchadas ou que sangram; extrema sensibilidade ao calor ou frio; dificuldades para mastigar; mau hálito persistente; um dente permanente solto ou bambo; uma dor de dente persistente; um abscesso; dentes dormentes pela manhã ou doloridos.

Todos esses procedimentos vão garantir a prevenção e proteção contra a grande maioria das doenças da boca. Não precisa nem falar sobre não fumar para evitar  problemas como o câncer de boca, não é?

Você já teve alguma doença na boca? Qual? Como faz para tratar e prevenir esses problemas?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.