Enquanto vamos envelhecendo, é comum começar a se preocupar com nossa mortalidade. Muitos de nós começamos a pensar sobre o fato de que podemos ter menos anos à nossa frente do que para trás. Alguns podem até ter medo da morte, não importa o quão longe ela estiver no futuro. Para ajudar aqueles de vocês que temem a morte, buscamos entender como lidar melhor com esse medo e superá-lo de uma vez por todas.

Medo de morrer: ansiedade que demanda retomar o controle de sua vida

Gaste tempo de qualidade com as pessoas que você gosta de estar por perto. Tente coisas novas. Desafie-se. Principalmente, mantenha-se ativo e comprometido com atividades positivas. Se houver algo que realmente te empolgue, faça. Se você tem negócios inacabados, cuide deles. Se você tem alguém com quem precisa falar, faça a ligação!

Não continue indo a um trabalho profundamente insatisfeito ou ficando em um relacionamento que o deixa infeliz. Você tem muitos anos para aproveitar tudo o que a vida tem para oferecer. Com quem você gasta seu tempo realmente importa.

O medo da morte é muitas vezes o medo de não viver de acordo com o que você deseja para sua vida. Você merece ver seus sonhos se tornarem realidade. Quanto mais vocêabraçar a vida, menos assustado você sentirá quando chegar sua hora.

Como superar o medo da morte

O medo de morrer pode te deixar paralisado, sem conseguir viver sua vida normalmente. Aprenda como lidar e superar esse medo para viver sua vida com mais tranquilidade. (Foto: Christian Talk)

Tenho medo de morrer: o que faço? Comece a aceitar que é algo natural

Isso ajuda a nos reconhecer como parte de um ciclo e encontrar conforto no fato de que todos os outros devem passar pelas mesmas etapas: concepção, nascimento e morte. Como a criança que está nascendo, não temos escolha senão nos rendermos ao desconhecido. Você pode escolher ver seu corpo e sua contribuição para este mundo como uma honra. Então vamos ser gratos e aceitar a morte quando ela finalmente chegar.

A auto ajuda e a literatura para combater o medo de morrer

Muitos escritores compartilharam suas próprias reflexões sobre o assunto da morte. Além disso, líderes religiosos, filósofos e místicos construíram uma magnífica biblioteca sobre o tema da vida após a morte. Suas obras podem não dizer-lhe, com certeza, o que acontece depois de morrer. Mas elas podem ajudá-lo a abordar as questões igualmente importantes de por que estamos aqui e como devemos nos preparar para a vida após a morte.

Explore sua espiritualidade e rituais para lidar melhor com a morte

Se você é religioso ou não, os rituais são importantes para criar um sentido de significado na vida. Eles também dão continuidade à nossa existência. Um ritual pode ser tão simples como fazer uma caminhada todas as tardes ou acender uma vela todas as manhãs. O importante é colocar isso no seu cotidiano.

Se você tem curiosidade sobre as práticas religiosas da sua família ou quer explorar novas idéias espirituais, agora é a hora. Não tenha medo de fazer as perguntas difíceis sobre a vida após a morte. Estas são as únicas questões com o potencial de orientá-lo para uma compreensão mais profunda de sua fé ou qualquer aspecto de sua vida para esse assunto.

Concentre-se em viver bem

Há tantas coisas simples que você pode fazer para viver uma vida mais saudável e positiva. Na verdade, às vezes as etapas mais pequenas, aplicadas consistentemente, levam às maiores mudanças. Faça um compromisso de caminhar todos os dias, faça chuva ou faça sol. Explore suas paixões. Escreva uma lista com todas as coisas incríveis que você deseja fazer antes de morrer. Se você está ocupado vivendo, você não terá tempo de se preocupar com a morte.

Planeje sua passagem

Muitas das questões que temos sobre morrer são de natureza religiosa ou filosófica. Mas, e as preocupações práticas? Muitos de nós nos preocupamos com a morte porque nos perguntamos o que acontecerá com nossa família depois de nos termos ido. Os nossos netos serão felizes? Será que nossa esposa poderá se recuperar da nossa passagem? Em caso afirmativo, eles terão dinheiro suficiente para continuar a viver o tipo de vida que eles merecem?

Todas estas são perguntas válidas. A boa notícia é que, enquanto não podemos controlar quando e como deixamos este mundo, podemos controlar muito do que deixamos para trás. Muitas pessoas sentem um sentimento de alívio quando conseguem por seus assuntos em ordem, mesmo que tenham muitas décadas de vida saudável à sua frente. Eles sabem que, se o inesperado acontecer, seus desejos serão claros e seus legados seguros.

Você tem medo da morte? Por que sim ou por que não? Que conselho você daria a um amigo que está lutando com o medo da morte?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.