Os homens morrem em taxas mais elevadas do que as mulheres para todas as principais causas de morte. Mas tanto homens quanto mulheres tem desculpas preparadas, como  “Eu não tenho o tempo todo, é muito caro , eu tenho medo do que eu possa descobrir, eu estou bem”. E existe também o caso de várias pessoas que estão doentes e mesmo assim, não vão ao médico. O que elas devem fazer?

A Regra de Ouro número 1

NUNCA se automedicar. A automedicação além de ter a grande possibilidade de piorar sua condição atual pode estar mascarando sintomas importantes para um diagnóstico completo de sua condição de saúde, seja ela um simples resfriado ou até uma pneumonia. Se você estiver doente, você precisa de repouso, muita água para hidratar o corpo e nada de medicamentos

A Regra de Ouro número 2

SEMPRE vá ao médico. Desculpas não vão adiantar. Ele é o único profissional capaz de te dar uma luz sobre as causas e curas para sua condição atual.

Mesmo assim, sabemos que você vai continuar arrumando desculpas. Abaixo listamos as mais comuns e como lidar com cada uma delas.

Você está com medo que os médicos vão tocar suas partes íntimas. Eles vão sim, especialmente se você tiver mais de 40 ou tiver alguma queixas relacionadas a seus movimentos intestinais. Homens, perca o preconceito com o proctologista. É bem melhor um dedo lá uma vez por ano do que tomar reposição hormonal todos os dias por não ter mais uma próstata. Mulheres, o ginecologista é seu amigo e irá ajudá-las a evitar problemas mais graves e até ajudar a melhorar sua vida sexual.

Eu me sinto bem, só estou indisposto. Você pode se sentir bem com colesterol alto, hipertensão arterial e açúcar no sangue elevados. Você pode se sentir indisposto com uma tonteira, mas ela pode ser o sintoma de algo muito mais grave. Será que realmente essa indisposição vale ser deixada de lado até escalonar a um problema muito maior?

Não fugir do médico

Um médico é a melhor pessoa para te ajudar a prevenir, diagnosticar e curar problemas de saúde. Por que então fugir dele? (Foto: collegiaterisk.wordpress.com)

Ir ao médico é coisa de gente fresca. Você tem que superar isso. Em uma era onde qualquer sinal de fraqueza parece motivo de vergonha, as pessoas estão ficando cada vez mais doentes. Em breve, depressão será o maior motivo de aposentadorias por invalidez. Um dos motivos? Não tirar tempo para descansar quando se está doente. Assuma a fraqueza, exerça seu direito de trabalhador e descanse.

Você está com vergonha de falar sobre o que está acontecendo com você. O sangue vermelho vivo no papel higiênico, dificuldades de ereção, marcas em partes íntimas do corpo. Acredite ou não, seu médico já viu pior e nunca irá te julgar por isso. Ele está lá para te ajudar e te orientar.

Você não encontra horários convenientes. Sério que você ainda arruma a desculpa do tempo? Tá bom, se você não tem 30 minutos do seu dia para seu médico, espero que tenha a vida inteira para curtir um lugar no hospital ou pior ainda, naquele jazigo perpétuo que sua família comprou no ano passado…

Você não percebe que médicos estão ali para a prevenção. Você não precisa estar doente para ir ao médico. E quando estiver, ele pode diagnosticar hábitos em seu estilo de vida que te levaram aonde está hoje. Ele ajudará que você mude comportamentos e cada vez menos precise ir ao consultório.

Você não tem um relacionamento com um médico. Quanto mais tempo você se relacionar com um médico, maiores são as chances de que ele consiga fazer um diagnóstico mais preciso. Seu histórico médico é muito mais do que apenas um papel com anotações de quando e como você ficou doente. É uma fonte vital de informações para os profissionais da saúde.

Considerações Finais

Um pequeno resfriado realmente não é um motivo para ir a um médico. Você precisará de repouso e muita água durante o período desse resfriado. Agora um resfriado que dura mais de uma semana ou vários resfriados em um curto período de tempo são motivos de preocupação que devem te levar ao médico. Não deixe para últimahora o que você pode fazer com muita antecedência. Seus familiares e principalmente, sua saúde, agradecerão com bônus mais tarde!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.