Você sabe como é a sessão de acupuntura? É verdade que dói muito depois de fazer acupuntura? Quais são os benefícios da acupuntura e para que serve? Chegou o momento de conhecer todas estas respostas e ver muitas dicas que podem te livrar dos riscos desnecessários em uma sessão de acupuntura!

Acupuntura: O que é?

Nada mais é que um conjunto de práticas terapêuticas que tem inspiração nas tradições médicas orientais. A acupuntura foi criada há milhares de anos e é um dos tratamentos médicos mais antigos do mundo. O principal objetivo é a estimulação de locais anatômicos no corpo, conhecidos como pontos de acupuntura.

Atualmente existem diferentes abordagens deste método para o diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças, mas o procedimento mais adotado em todo o mundo atualmente é através da penetração da pele por agulhas metálicas extremamente finas e sólidas, que podem ser manipuladas manualmente ou através de estímulos elétricos.

A medicina moderna salienta que este método é capaz de estimular a liberação de substâncias químicas que alteram o sistema nervoso, promovendo alterações positivas em todo o corpo, favorecendo o equilíbrio do organismo. Portanto, é uma excelente opção para combater os transtornos orgânicos resultantes de tensões emocionais como o estresse por exemplo.

Quais os efeitos colaterais da acupuntura?

Como funciona a acupuntura e quais são os seus benefícios?

Acupuntura: Como é o diagnóstico?

Ele é realizado através do questionamento de diferentes aspectos da vida do paciente e também é observado possíveis manifestações físicas como por exemplo, a pulsação, a respiração, a tonalidade e o aspecto da pele ou da língua. Após esta análise, o paciente é encaminhado para a sessão mais indicada e tem alguns de seus inúmeros pontos de acupuntura estimulados.

Acupuntura: Para que serve?

Ela visa a recuperação do organismo buscando o seu estado de equilíbrio, utilizando a indução de processos regenerativos, melhorias no sistema imunológico, controle da sensação de dor e normalização de diversas funções fisiológicas alteradas. Apesar de diversas pesquisas mostrarem que a acupuntura pode realmente desativar as áreas do cérebro que estão associadas às dores, ainda não há comprovação exata se o método pode causar tal efeito sobre uma pessoa.

Apesar desta discussão, a acupuntura sobrevive há milhares de anos e apresenta resultados incríveis em pessoas com problemas gastrointestinais, urológicos, endocrinológicos, respiratórios, musculares, psicológicos, dermatológicos, neurológicos e até mesmo ginecológicos. A principal indicação da acupuntura é para o combate e redução das dores localizadas nas costas.

Acupuntura: Dói?

A sensação de dor varia bastante de pessoa para pessoa, então é impossível afirmar com precisão que sim ou que não. O certo é que algumas pessoas podem se sentir um pouco mais intimidadas pelas agulhas do que outras. Mas é importante frisar, que até este grupo que cita o desconforto no momento da aplicação, aprova o resultado da tensão e em grande maioria ficam satisfeitas durante as sessões.

Acupuntura: Quais os efeitos colaterais?

Os efeitos colaterais deste método podem causar alguns transtornos significativos, que surgem em resposta à aplicação do tratamento, ou seja, é uma das formas de mostrar que o método está funcionando. Geralmente os sintomas iniciam logo depois do término da sessão de acupuntura e podem permanecer por pelo menos 48 horas. Os efeitos colaterais, são:

  • Sono alterado
  • Aumento na fadiga
  • Alterações da urina
  • Alterações do funcionamento intestinal
  • Alterações do apetite
  • Sensação de tontura
  • Mudança no estado de humor
  • Alterações no estado emocional
  • Aumento da sudorese

É extremamente raro ocorrer casos em que os efeitos colaterais deste tratamento ofereça danos mais graves para o paciente. Situações como, perfuração dos órgãos, manchas roxas sobre a pele, danos nos nervos, desmaios, hemorragias e espasmos musculares geralmente só ocorrem se o profissional não realizar a aplicação corretamente. Sendo assim, evite estes riscos buscando um especialista renomado e respeitado no ramo.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.