O chá Matcha tem ganho uma popularidade merecida. Como uma forma especial do chá verde, o Matcha carrega muitos dos benefícios do chá do qual ele se origina. Mas antes de sair colocando esse chá na sua rotina saudável de alimentação, é bom conhecer os benefícios e o modo de preparo dele.

O que é o Matcha?

Matcha significa literalmente “chá em pó”. Quando você encomenda o chá verde tradicional, os componentes das folhas são infusos na água quente e as folhas são descartadas. Com o matcha, você está bebendo as folhas reais, que foram trituradas. No chá, ao misturar uma colher do chá com um copo de água quente, basta misturar até formar uma espuma..

Ao contrário do chá verde tradicional, a preparação do Matcha envolve cobrir as plantas de chá com panos antes de serem colhidas. Isso desencadeia o crescimento de folhas com melhor sabor e textura, que são mão selecionadas e cozidas brevemente para parar a fermentação. Em seguida, elas são secas e envelhecidas em armazenamento a frio, o que aprofunda o sabor. As folhas secas são então moídas em um pó fino, usado para preparar o chá Matcha e outras receitas.

Matcha: benefícios para a saúde

Como o Matcha é feito a partir do chá de alta qualidade, e são ingeridas as folhas inteiras, é uma fonte mais potente de nutrientes do chá verde. Além de fornecer pequenas quantidades de vitaminas e minerais, o Matcha é rico em antioxidantes chamados polifenóis, que estão ligados à proteção contra doenças cardíacas e câncer, bem como melhor regulação do açúcar no sangue, redução da pressão arterial e anti envelhecimento. Certas substâncias no Matcha tem sido mostradas em pesquisas para aumentar o metabolismo e retardar ou parar o crescimento de células cancerosas.

Preparo do Matcha

Com a pequena escova de bambu, basta mistura o pó do Matcha com água fervente e você já poderá aproveitar dos benefícios dessa deliciosa e saudável bebida. (Foto: Teavana)

Chá Matcha pode ter efeitos colaterais provocados pela cafeína

Como você está consumindo folhas inteiras no Matcha, você pode obter três vezes mais cafeína do que em uma xícara de chá normal. Quem consome o Matcha diz que, em comparação com a cafeína do café, o Matcha cria uma situação de alerta mais tranquila, devido a uma substância natural no Matcha que induz ao relaxamento sem sonolência. Ainda assim, é melhor evitar todas as formas de cafeína pelo menos seis horas antes de deitar, para garantir uma boa noite de sono, além de não consumir mais do que 1 xícara do chá Matcha por dia, para não ter problemas com inquietação ou outros efeitos colaterais do excesso de cafeína ou intoxicação por chumbo (falaremos mais sobre isso abaixo).

Matcha, meditação e emagrecimento

A preparação de Matcha é o foco das cerimônias de chá japonesas, e tem sido associada com um estilo de vida mais tranquilo, zen. Esta é provavelmente uma razão que o torna tão popular, já que a meditação está se tornando cada vez mais praticada. Preparar e beber o Matcha se torna uma maneira de você desacelerar e aproveitar o momento, e seus benefícios vão se estender muito além dos antioxidantes que ele fornece, porque a meditação, em qualquer forma, tem uma miríade de recompensas. Tem sido mostrado para reduzir o cortisol, o hormônio do estresse que estimula o apetite, resulta numa menor inflamação do organismo, reduz a alimentação impulsiva, baixa a pressão arterial, aumenta a auto estima e a sensação de bem estar.

Matcha gelado ou doce são ótimos para dias quentes

O gosto do Matcha é forte. Devido a isso, ele pode ser adoçado para facilitar o consumo. O primeiro ingrediente que você deve usar é açúcar ou um adoçante. A partir daí, você pode fazer algumas combinações criativas para seu chá: leite, cacau em pó, canela, entre muitos outros toques especiais. Inclusive, você pode beber o Matcha gelado, deixando a infusão na geladeira por algumas horas.

Chá Matcha tem contra indicações porque pode estar contaminado com chumbo

Mesmo chás verdes cultivados organicamente contém uma certa quantidade de chumbo, que é absorvido pela planta do ambiente, particularmente pelo chá Matcha cultivado na China. Quando o chá verde tradicional é preparado, cerca de 90% do chumbo permanece na folha, que é descartada. Com o Matcha, como toda a folha é consumida, você vai ingerir mais chumbo. Uma xícara de Matcha pode conter até 30 vezes mais chumbo do que uma xícara de chá verde. Portanto, é recomendável não beber não mais do que uma xícara de Matcha diariamente, e não servir o chá para as crianças.

Matcha: receitas

Matcha pode ser usado em diversas receitas, não apenas como uma bebida, mas como um ingrediente para pratos doces e salgados. Se você pesquisar por receitas com Matcha, você encontrará de tudo, desde bolinhos de Matcha até brownies e pudins, bem como sopa, fritadas, entre outros. É possível combinar o Matcha com qualquer receita que você quiser, na verdade, mas devido ao chumbo, busque usar apenas uma colher de chá ou sopa por receita.

Matcha em cápsulas

Qualquer suplemento em cápsulas só deve ser consumido após uma consulta médica ou com um nutricionista. As cápsulas são versões mais concentradas do Matcha, que como dissemos anteriormente, pode estar contaminado com chumbo. Por isso, o consumo das cápsulas deve ser bem dosado pelo profissional, e você tem que tomar cuidado com a marca que escolhe. Isso porque a qualidade do Matcha varia muito entre as marcas, bem como o processo de preparo. O preço mais caro pode significar um Matcha que foi feito com mais qualidade.

Você já consome o Matcha? Como colocou esse chá na sua dieta? Quais as receitas você faz com o Matcha?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.