Antibióticos farmacêuticos são usados para tratar uma ampla variedade de doenças. Eles são altamente eficientes, mas tem um custo alto para sua saúde, com efeitos colaterais que variam de desconforto digestivo para a evolução de vírus e bactérias resistentes aos antibióticos. As ervas e plantas usadas para chás naturais são uma maneira segura e natural para tratar doenças como o resfriado comum e gripe, sem efeitos colaterais severos, estimulando o sistema imunológico.

Porém, vale lembrar que nenhum tratamento deve ser realizado sem o apropriado acompanhamento e aconselhamento médico, principalmente se os sintomas são persistentes mesmo com o chá. Dito isto, vamos sugerir algumas receitas de chás com plantas e ervas que tem propriedades antibióticas naturais.

Chá de Alho

Alho tem sido utilizado medicinalmente por milhares de anos como um antibiótico tanto interno quanto externo. O alho tem sido tradicionalmente usada para evitar a propagação de doenças infecciosas, como a peste negra, prevenindo a gangrena em soldados nas guerras e como um anti-séptico para evitar feridas de serem infectadas. O alho trabalha no sistema imunológico através de suas capacidades antioxidantes e pode, potencialmente, prevenir o câncer e doenças cardíacas, juntamente com estímulos para seu sistema imunológico como um todo. Tanto a casca do alho quanto o alho em si podem ser usados em infusões de água quente para chás, além de poder utilizar o resto do alho após filtrar o líquido para aplicações tópicas.

Melhorando seu sistema imune

Com a combinação de diversos alimentos naturais, você pode tornar seu próprio sistema imune um antibiótico natural e muito forte. (Foto: naturalhealingweb.com)

Equinácea para o sistema imunitário

Contém poderosas propriedades imunoestimulantes. Os índios têm tradicionalmente usado a equinácea no tratamento de infecções, tanto interna como externamente. Seu consumo era popular nos séculos 18 e 19, usada para tratar infecções graves, como malária, envenenamento do sangue, difteria, escarlatina e sífilis. De acordo com pesquisas, a equinácea possui um amplo espectro imunoestimulante que trabalha com as respostas imune inatas e adaptativas. Pode ser usada para aliviar os sintomas e reduzir as constipações e gripes. Pode ser tomada também quando a pessoa não está doente, ajudando a melhorar o sistema imunológico e afastar possíveis infecções e problemas de saúde.

Hidraste para resfriados

É uma outra erva muitas vezes apontado como um antibiótico natural. Era tradicionalmente utilizada pelos índios no tratamento de doenças de pele, do fígado, diarreia e irritações oculares. Era também popular no tratamento para o resfriado e gripe comum, sendo particularmente útil para a garganta, problemas do trato urinário e infecções digestivas. Enquanto algumas fontes afirmam que o hidraste não tem efeito sistêmico sobre a imunidade, estudos já indicaram que o hidraste aumentou a imunoglobulinas específicas de antigênio, o que significa que pode ajudar a imunidade através do aumento da resposta imune aos invasores.

Considerações Finais

O Hidraste é específico para inflamações das membranas mucosas, o que o torna uma excelente opção para a recuperação de uma doença respiratória. Já a equinácea, por outro lado, pode ser usada para construir a força imune antes da temporada de gripes ou um momentos particularmente estressantes em sua vida, melhorando a capacidade do seu corpo para combater os organismos invasores.

Alho, equinácea e hidraste podem ser tomados em várias formas, como chá, pó, em cápsulas e extratos. Em geral, a equinácea tem o mais potente efeito quando tomado como uma decocção (por fervendo a raiz em água durante 15 a 30 minutos) enquanto o hidraste é melhor tomado em doses concentradas. O alho pode ser comido, tomado ou feito em um chá com bom efeito.

Nada impede também que você tome todos, tomando cuidado com possíveis alergias e excessos.

Você conhece mais alguma erva ou planta medicinal com poderes antibióticos? Compartilhe nos comentários!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.