Se você tem amigos vegetarianos, chances são de que eles já te pregaram muitas vezes os males do consumo de carne vermelha. Muitas vezes isso é até chato. Estamos já cansados de saber que uma alimentação balanceada é boa pra saúde. Mas até que ponto nossos amigos vegetarianos estão corretos?

Tudo em excesso faz mal. E o consumo excessivo de carne vermelha não é uma exceção. Além de problemas no coração, já foi comprovado que o consumo excessivo de carne vermelha também aumenta a probabilidade da ocorrência de alguns tipos de câncer. Seu consumo também está ligado com doenças como a diabetes, artrite e hipertensão.

A carne vermelha também é naturalmente mais gordurosa, resultando em uma ingestão maior de calorias e que pode resultar na obesidade. Por experiência própria, cortar carne vermelha de minha dieta me ajudou a perder quase 20 kg.

Porém, há benefícios no consumo de carne vermelha. Sua alta concentração de ferro e outros minerais a tornam uma das melhores fontes naturais para estes nutrientes e evitar doenças como a anemia. Mas você pode facilmente trocar a carne vermelha pela carne branca, que não está associada a tantas doenças e traz benefícios parecidos.

Dietas com carne vermelha

Apesar de ser um dos alimentos mais riscos em nutrientes e calorias, o consumo da carne vermelha pode fazer mais mal do que bem. (Foto: webmd.com)

Um menor consumo de carne vermelha por parte da população mundial também seria melhor para o meio ambiente, uma vez que a criação de gado é um dos maiores causadores do efeito estufa em nossa atmosfera, além do setor agropecuário ser responsável por boa parte do desmatamento no Brasil e até no mundo.

Consumir carne vermelha também tem ficado mais caro que manter uma vida mais saudável ou opções como carnes brancas, pois os custos de criação de gado tem aumentado exponencialmente. Mas é difícil parar de comer completamente carne vermelha, uma vez que seu consumo já faz parte da dieta de praticamente todos os brasileiros. É difícil mudar uma cultura e um hábito tão enraizado. É difícil sequer pensar em substitutos saudáveis para a carne vermelha.

Nossa recomendação do Saúde Melhor é que você tenha uma conversa séria com seu nutricionista sobre opções para a carne vermelha e a retirada deste alimento de sua dieta. Os malefícios não compensam os benefícios que a carne vermelha traz ao seu organismo. É difícil mudar o hábito, mas nada impossível para quem realmente quer uma saúde melhor.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

4 comentários para “Carne vermelha faz mesmo mal para a saúde?”

  1. Maria B. Tomazi

    Olá. Eu acho que tudo que for, de mais fas mal.
    Esperiencia própria.
    Tenho varios problemas de saúde, mas minha alimentaçãtudo, é controlada. Carne vermelha, muito pouca, prefiro carnes brancas. Peixe, legumes, muitas frutas,

    Nós precisamos comer um pouco de tudo, pois cada coisa tem uma vitamina que nós precisamos. Seria meu comentário.

    • Equipe Saúde Melhor

      Oi Maria,

      Você tem toda razão.
      Qualquer excesso em se tratando de alimentação é prejudicial!
      Obrigado por comentar e tornar o nosso blog mais completo ainda!

  2. Nádia

    Não é diícil mudar hábitos alimentares, principalmente se for benéfico para a saúde e clima. Hoje nutrólogos estão totalmente preprados para substituir cardápios para uma alimentação saudável livre de produtos de origem animal.
    A necessidade que o ser humano vê no consumo de carne é pela facilidade de preparo e rapidez de abasorção de determinadas vitaminas, que facilmente podem ser substituídas.
    Alimentos de origem animal e refinados não deveriam fazer parte da dieta humana, é só fazer um teste, por um período de tempo eliminar tais alimentos da dieta para perceber a diferença, lógico com um acompanhamento de um nutrólogo/nutricionista.
    O planeta agradece.

    • Equipe Saúde Melhor

      Comentário muito interessante Nádia.
      Muito obrigado por participar da discussão!
      E você que está lendo isto: concorda ou discorda? E porque?