Não estou tentando te convencer a ser um vegetariano ou vegano. Eu mesmo não sou nenhum dos dois, e adoro uma carne bem feita. Criado sob a excelente alimentação da cozinha mineira, seria um sacrilégio renegar minhas origens e uma deliciosa galinha caipira. Mas aprendi que comer carne demais faz muito mal à saúde, e procuro não exagerar.

Como a carne faz mal pra saúde? Conversando com alguns amigos nutricionistas e especialistas em alimentação, listamos alguns dos benefícios que reduzir  a quantidade de carne na sua dieta poderá trazer.

Motivos para não comer carne: doenças cardíacas

A doença cardíaca é umas das principais causas de morte no mundo. Quando um cardíaco tem uma dieta carnívora substituída por uma dieta mais rica em plantas, não só ajuda no tratamento de doenças do coração, como pode começar a regredir a doença.

Parar de comer carne emagrece

Pesquisas tem mostrado que a ingestão de carne está diretamente associada à obesidade. Porém, os nutricionistas alertam que parar de comer carne completamente é tão ruim quanto comer em excesso. Eles recomendam a substituição de carnes gordurosas, fritas, por carnes mais leves, assadas ou grelhadas

Motivos para não comer carne vermelha: economizar dinheiro

Refeições vegetarianas e veganas tendem a ser mais baratas do que a carne. A substituição da carne vermelha por carne brancas, como as de peixe e aves, também deixa muito mais barata a conta no mercado.

Benefícios de não comer carne vermelha: reduzindo os gases do efeito estufa

A agricultura animal é estimada como responsável pela produção de mais gases de efeito estufa do que toda a indústria de transporte combinada. Diminuindo ou eliminando o seu consumo de carne vermelha pode ter enormes implicações nas alterações climáticas.

Por que reduzir carne vermelha na dieta

Reduzir a carne vermelha na dieta é, comprovadamente, benéfico para sua saúde. Então, o que você está esperando para começar logo a cortar a carne vermelha da dieta? (Foto: divulgação)

Reduzindo a crueldade animal

Milhões de bovinos e aves são mortos a cada ano para fornecer carne, com um grande número deles sendo criados em fazendas industriais. Mudar para uma dieta com menos carne ou nenhuma carne é ajudar, de certa forma, a humanizar o tratamento dado aos animais. Se você não quer cortar a carne, pelo menos, tente obter ela de empresas que tem reconhecimento internacional pelo bom tratamento dado aos animais.

Algumas das maiores mentes da história pensavam que dietas vegetarianas eram melhores

Albert Einstein, Benjamin Franklin, Gandhi, Charles Darwin, todos pensaram que era uma ideia inteligente seguir uma dieta baseada em vegetais. E se você gosta de música, não podemos esquecer que Paul McCartney, um dos Beatles, segue uma dieta vegetariana.

Atletas comem menos carne, principalmente os de esportes de resistência

Muitos maratonistas e atletas de esportes de resistência, como triatlo, adotam dietas com menos carne. Isso tem um motivo especial: o excesso de carne na dieta está associado a um maior acúmulo de ácido lático nos músculos, causando dores. Mesmo atletas da natação evitam abusar na carne, e preferem fontes de proteínas como ovos ou carnes magras.

Comer menos carne ajuda a reduzir o desmatamento

Infelizmente, fazendeiros e empresas continuam desmatando para aumentar a área de pasto para seus animais. O exemplo mais grave é a nossa Amazônia, que está sendo destruída para aumentar o espaço para a agricultura animal. Adotar uma dieta sem carne ou com menos carne ajuda a reduzir esse desmatamento desnecessário.

Com uma dieta com menos carne, você terá mais receitas para testar

Reduzir a carne em sua vida permite-lhe expandir seus horizontes alimentares e descobrir novos e excitantes pratos principais. Quando eu comecei a reduzir a carne na minha dieta, descobri ótimos temperos para saladas, como o Lemon Pepper, e comecei a preparar ótimos molhos. Meu paladar até melhorou, depois de ter reduzido na carne vermelha.

Reduzir a quantidade de carne na dieta é uma escolha também espiritual

Mesmo se você não é religioso, espiritual ou uma pessoa temente a Deus, muitas religiões do mundo endossam uma dieta sem carne ou com redução no consumo da carne. Por exemplo, o budismo e o hinduísmo encorajam seus seguidores a adotarem uma dieta baseada em vegetais. Mesmo o catolicismo tem a quaresma, onde a carne vermelha é cortada.

Menos carne na dieta reduz a oleosidade da pele

Estudos mostraram que dietas com menos carne foram capazes de reduzir a oleosidade na pele dos pesquisados, deixando-os com uma aparência mais saudável. Isso parece estar relacionado diretamente com as toxinas presentes na carne vermelha, que são eliminadas através da pele. Como a carne vermelha é também rica em gordura, comer menos e se hidratar mais deixará sua pele naturalmente menos oleosa.

Uma saúde melhor com menos carne na dieta

Reduzir o consumo de carne traz muitos benefícios: uma melhor aparência, sensação de maior bem estar, e uma ajudinha ao meio ambiente. Se você ainda está no caminho de reduzir a carne da sua dieta, comece dando pequenos passos, trocando a carne vermelha uma ou duas vezes na semana. Visite um nutricionista, veja as opções que você tem de proteínas, e comece a diversificar melhor sua dieta.

Depois, não esqueça de voltar aqui nos comentários e compartilhar suas receitas e ideias para reduzir a carne vermelha na dieta!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.