Os dentes de leite são importantes. Se dentes de leite são perdidos muito cedo, os dentes que são deixados podem se mover e não deixar qualquer espaço para os dentes permanentes aparecerem. Além disso, se a cárie dentária não for evitada, pode ser caro para tratar, causando dor e podendo até resultar em infecções. A cárie dentária é a doença infecciosa crônica mais comum da infância, e é também conhecida como cárie de mamadeira. Os hábitos dentários saudáveis ​​devem começar cedo porque a cárie dentária pode se desenvolver assim que o primeiro dente aparecer. Vamos saber mais sobre essas questões.

Cárie de mamadeira: o que fazer? Conhecendo as causas da cárie

A cárie se desenvolve quando a boca de um bebê é infectada por bactérias produtoras de ácido. Pais podem passar bactérias para os bebês através da saliva. Por exemplo, as bactérias são espalhadas pela partilha de saliva em colheres ou xícaras, experimentando alimentos antes de dá-los aos bebês e um adulto limpando uma chupeta usando a própria boca..

A cárie também se desenvolve quando os dentes e gengivas da criança são expostos a qualquer líquido ou alimento que não seja água por longos períodos ou frequentemente durante todo o dia. Açúcares naturais ou adicionados no líquido ou alimentos são alterados para ácido por bactérias na boca. Este ácido, em seguida, dissolve a parte externa dos dentes, causando as cáries..

A maneira mais comum da cárie se desenvolver é quando os pais colocam seus filhos na cama com uma garrafa de mamadeira, leite, suco (mesmo quando misturado com água), refrigerantes, água com açúcar ou bebidas açucaradas. Também pode ocorrer quando as crianças são autorizadas a beber com frequência na mamadeira antes de dormir. Leite deve ser servido apenas com as refeições e não oferecido durante todo o dia, na hora do cochilo ou na hora de dormir. Embora a amamentação prolongada e freqüente por si só não cause a cárie, todas as mães que amamentam devem estar cientes de seguir a higiene oral, o uso de flúor, cuidados dentários preventivos e recomendações de dieta saudável, evitando assim a cárie de mamadeira.

Cuidados com a cárie de mamadeira

A cárie de mamadeira, se não for prevenida e tratada, pode resultar em sérias consequências à dentição do bebê. Por isso, mães e pais devem estar sempre atentos à doença. (Foto: Crystal Smiles)

Cárie em bebê: como tratar? Identificando os sinais

Cáries em bebês podem primeiro aparecer como manchas brancas na linha da gengiva sobre os dentes superiores. Essas manchas são difíceis de ver a princípio sem o equipamento apropriado, mesmo para o médico ou dentista de uma criança. Uma criança com cárie dentária precisa ser examinada e tratada precocemente para impedir que a cárie se espalhe e para evitar mais danos.

Crie de mamadeira tem cura com a prevenção!

Cuide bem da sua saúde bucal mesmo antes do nascimento do seu bebé. É importante e OK para ver um dentista para cuidados bucais, enquanto a mulher está grávida. Se você optar por amamentar ou dar mamadeira, é importante cuidar bem dos dentes do seu bebê.

Do nascimento até os 12 meses, mantenha a boca do bebê limpa, limpando suavemente as gengivas com uma toalha de banho molhada. Depois de ver os primeiros dentes, escove suavemente com uma escova de dentes macia para bebês e um creme dental com flúor (a quantidade deve ser do tamanho de um grão de arroz.

Dos 12 aos 36 meses, escove os dentes da criança 2 vezes por dia durante 2 minutos. Use um o creme dental com flúor até o terceiro aniversário do seu filho. Os melhores momentos para escovar são após o café da manhã e antes de dormir.

Nunca coloque o seu filho na cama com uma mamadeira ou comida. Isso não só expõe os dentes do seu filho para açúcares, como também pode colocar seu filho em risco de infecções de ouvido e asfixia.

Não use uma mamadeira como uma chupeta ou deixe seu filho andar com algo para beber de um por longos períodos. Se o seu filho quer ter a mamadeira ou copo com bebidas entre as refeições, coloque apenas água.

Seu filho vai se beneficiar da água potável com flúor nela. Se a água da torneira provém de um poço ou de outra fonte não fluoretada, o médico ou dentista do seu filho pode querer que uma amostra de água seja testada quanto ao teor natural de flúor. Se a água do filtro não tiver flúor suficiente, o médico ou dentista do seu filho pode prescrever um suplemento de flúor. Ele ou ela também pode aplicar flúor aos dentes do seu filho para protegê-los das cáries.

Ensine seu filho a beber em copos normais o mais rápido possível, de preferência entre os 12 e 15 meses de idade. Beber de um copo é menos provável para resultar em líquidos acumulados ao redor dos dentes. Além disso, um copo não pode ser levado para a cama.

Se o seu filho vai ficar com uma mamadeira ou copo por longos períodos, preencha com água apenas. Durante os passeios de carro, ofereça somente água se seu filho estiver com sede.

Limite a quantidade de alimentos doces ou pegajosos que seu filho come, como doces, biscoitos, balas, e outros semelhantes. O açúcar está em alimentos como as batatas fritas também. Estes alimentos são especialmente ruins se o seu filho os come muito. Eles devem ser comidos apenas na hora das refeições. Ensine seu filho a usar a língua para limpar os alimentos imediatamente fora dos dentes após tê-los comido.

Sirva suco apenas durante as refeições, ou não sirva sucos. A recomendação médica, geralmente, é não dar sucos para bebês menores de 6 meses. Se o suco é dado a bebês entre 6 a 12 meses, deve ser limitado a 115 ml por dia e deve ser diluído com água (metade água, metade suco). Para crianças de 1 a 6 anos, qualquer suco servido deve ser limitado a 115 ml a 180 ml por dia.

Marque uma consulta para que seu filho veja o dentista antes do primeiro ano de idade. Se você tem preocupações, o dentista pode ver seu filho mais cedo. Encontre um dentista pediátrico em sua área, para recomendar os melhores cuidados para evitar e tratar a cárie de mamadeira. Se nenhum dentista estiver disponível para ver sua criança, seu pediatra pode olhar dentro da boca do seu filho e adotar certos procedimentos preventivos para cuidar dos dentes da sua criança.

Cuidados especiais contra a cárie de mamadeira

A cárie de mamadeira pode ser prevenida. Fale com o médico ou dentista de seu filho se você ver qualquer sinal de deterioração nos dentes do seu filho ou se tiver dúvidas sobre os dentes do seu filho. Com os cuidados certos, seu filho pode crescer para ter dentes saudáveis ​e um sorriso sempre lindo.

Todas as crianças recebem avaliações de risco de saúde oral durante as visitas a um pediatra ou dentista a partir dos 6 meses de idade, e a aplicação periódica de de flúor a partir do momento em que o primeiro dente aparecer até aos 5 anos de idade vai evitar o surgimento da cárie de mamadeira.

Todas as crianças devem ser encaminhadas a um dentista aos 6 meses de idade para começar um histórico de saúde dental apropriado. Se um dentista não estiver disponível, fale com seu pediatra sobre como manter a saúde bucal do seu filho, e busque encontrar um dentista que possa cuidar do seu bebê.

Todas as crianças em seus primeiros anos da infância devem ter um exame odontológico inicial completo e atendimento odontológico regular sempre que possível.

Os pais devem limitar as refeições e bebidas ao longo do dia para 3 refeições e 2 lanches (com escolhas de alimentos saudáveis ​​e suco limitado). Exposição mais frequente a açúcares em alimentos e bebidas torna mais provável que as crianças ganhem cáries nos dentes ou até cause a aparição do tártaro.

Os pais devem escovar os dentes de seus filhos com creme dental com flúor assim que puderem ver o primeiro dente aparecendo.

Como você cuida da saúde dental do seu filho para evitar a cárie de mamadeira? Com qual frequência você leva seu filho ao dentista?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.