O ipê roxo é usado na medicina tradicional para tratar uma ampla gama de problemas de saúde, incluindo infecções fúngicas, dor, febre, disenteria e distúrbios da pele. Ele também pode ser encontrado em um grande número de suplementos de ervas, que o promovem como imensamente benéfico para a saúde. Alguns dos benefícios mais importantes para a saúde do chá de ipê roxo destacamos abaixo.

Chá de ipê roxo possui propriedades de combate ao câncer

O efeito anticâncer do ipê roxo pode ser atribuído principalmente à presença de dois ativos químicos: o lapachol e a beta-lapachona. Em estudos de laboratório, descobriu-se que o lapachol é eficaz no combate à metástase. No entanto, este produto químico pode prevenir a coagulação do sangue se tomado em grande quantidade. Para ser eficaz contra o câncer, o lapachol deve ser tomado em altas doses, e isso pode prevenir a coagulação do sangue de tal forma que o risco de sangramento interno grave pode aumentar consideravelmente. Esta é a razão pela qual a pesquisa sobre o lapachol foi interrompida.

A outra substância química, a beta-lapachona, também foi estudada por seu efeito nas células cancerígenas. Foi observado em estudos de laboratório que a beta-lapachona pode prejudicar a capacidade de uma célula cancerígena para reparar o seu DNA. Mas até agora não foram realizados estudos para descobrir os efeitos da beta-lapachona em humanos.

O ipê roxo tem benefícios anti-inflamatórios

Descobriu-se que tanto o lapachol quanto a beta-lapachona possuem propriedades anti-inflamatórias. Um estudo conduzido em ratos descobriu que o ipê roxo pode ajudar a suprimir a produção de prostaglandinas, uma substância responsável pela produção de resposta inflamatória no corpo. Assim, acredita-se que a planta pode ajudar a aliviar a dor e a inflamação e proporcionar alívio de condições inflamatórias como a artrite. O produto químico lapachol também é conhecido por possuir efeito analgésico, o que pode ajudar a diminuir a dor crônica.

O chá de ipê roxo combate a infecção fúngica

O ipê roxo foi encontrado para ser eficaz no combate a infecções fúngicas, incluindo a candidíase. Um relatório foi publicado como pesquisa científica onde as propriedades antifúngicas do ipê roxo foram mencionadas. O produto químico lapachol encontrado na casca do ipê roxo e é frequentemente usado para tratar infecções fúngicas.

Ipê roxo

O ipê roxo é uma árvore muito bonita, e suas flores podem ser usadas para um chá cheio de benefícios. (Foto: Mercado Livre)

O ipê roxo promove o movimento intestinal regular

O ipê roxo também é conhecido por ter propriedades laxativas, para as quais pode ajudar a garantir evacuações regulares. Então a planta pode ajudar a prevenir a constipação e promover a saúde do cólon. Deve-se tomar cuidado para não consumir em grandes quantidades, pois isso pode prejudicar o funcionamento normal dos intestinos.

O chá de ipê roxo estimula o sistema imunológico

O efeito imunoestimulante do ipê roxo também pode ser atribuído ao produto químico lapachol. Este produto químico pode ativar as células do sistema imunológico, especialmente os linfócitos e granulócitos, e aumentar sua capacidade de combater patógenos. Mas lembre-se que não é um superpoder mas sim, um complemento para seu sistema imunológico.

O ipê roxo protege contra radicais livres

Devido às suas propriedades antioxidantes, o ipê roxo pode proteger as células dos efeitos nocivos dos radicais livres. Acredita-se que os radicais livres estejam associados a várias doenças, incluindo o câncer. Ao inibir os efeitos dos radicais livres, o ipê roxo também pode ajudar a retardar o processo de envelhecimento. Ele contém o poderoso selênio antioxidante que pode eliminar os radicais livres do corpo.

Outros benefícios de saúde do ipê roxo

O ipê roxo é considerado um remédio natural para uma série de condições de saúde, tais como doenças sexualmente transmissíveis como gonorreia e sífilis, infecções da bexiga e próstata, gastrite, doenças do fígado, dor nas articulações, hérnia, micose, infecções respiratórias virais, gripe e diarreia infecciosa. No entanto, deve-se notar que a eficácia do ipê roxo no tratamento dessas doenças não foi avaliada clinicamente.

Possíveis efeitos colaterais e interações do ipê roxo

Quando tomado em altas doses, o ipê roxo pode causar vários efeitos colaterais, como náuseas, vômitos, diarreia e tontura. Portanto, este medicamento à base de plantas deve ser tomado com cautela.

O ipê roxo contém uma substância química conhecida como hidroquinona, que pode causar danos ao fígado e rins se tomada em altas doses. O ipê roxo não deve ser dado a bebês e crianças.

É melhor evitar o ipê roxo durante a gravidez. As mulheres que estão amamentando também devem evitá-lo, já que a segurança desse fitoterápico durante a amamentação não foi avaliada clinicamente.

Pessoas com distúrbios hemorrágicos não devem tomar o ipê roxo sem consultar seus médicso, pois isso pode retardar a coagulação do sangue.

O ipê roxo pode retardar a coagulação do sangue e pode aumentar o risco de sangramento durante uma cirurgia. Portanto, é melhor evitar este medicamento fitoterápico algumas semanas antes e depois de uma cirurgia.

O ipê roxo pode interagir com anticoagulantes ou drogas antiplaquetárias. Comoele pode retardar a coagulação do sangue, pode aumentar o risco de hemorragia e hematomas se tomado juntamente com estes medicamentos.

Considerando os benefícios e efeitos colaterais do ipê roxo, pode-se concluir que esta fitoterapia pode ser benéfica para certas doenças. Mas, é sempre seguro consultar um profissional de saúde antes de tomar medicamentos fitoterápicos ou suplementos afim de evitar efeitos indesejáveis.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.