As vitaminas, minerais, fibras e fitoquímicos na beterraba podem ajudar você a melhorar a saúde do coração, diminuir o risco de complicações do diabetes e melhorar a sua performance na corrida. Há alguns poréns, mas adicionando este vegetal em saladas, assado como um acompanhamento ou ralado e cobrindo seu jantar, você não tem como errar em um excelente acréscimo à sua dieta saudável.

Informações Nutricionais da Beterraba

A beterraba e suas folhas são baixas em calorias e gordura. Uma porção de 1/2 xícara de beterraba cozida contém 37 calorias, 1,4 gramas de proteína, 0,2 gramas de gordura e 8,5 gramas de carboidratos e 1,7 g de fibra. A mesma quantidade de folhas de beterraba cozida fornece 19 calorias, 1,9 gramas de proteína, 0,1 gramas de gordura e 3,9 gramas de carboidratos e 2,1 gramas de fibra.

Beterrabas são uma boa fonte de ácido fólico, com 17 por cento do valor diário, e manganês, com 14 por cento do valor diário em cada meia xícara. Beterraba fornece 19 por cento da dose diária recomendada para o potássio e manganês, 12 por cento para o magnésio, 12 por cento para riboflavina, 30 por cento para a vitamina C, 110 por cento para a vitamina A e 436 por cento para a vitamina K. O folato e magnésio são essenciais para a formação de DNA e células de sangue, e você precisa de manganês para o processamento do colesterol processamento. O potássio ajuda a controlar a pressão arterial e a riboflavina ajuda com a função do sistema nervoso. A vitamina C ajuda na formação de colágeno. A vitamina A é necessária para a visão, e a vitamina K é importante para a coagulação do sangue.

Vantagens da beterraba

Rica em nutrientes e muito saborosa, a beterraba deve ser um grande artista em muitas dietas por aí! (Foto: www.popsugar.com)

Benefícios da beterraba

Beterrabas são uma boa fonte de antocianinas, um antioxidante que lhes confere a sua cor roxa e também está associado a um menor risco de doença cardíaca. A beterraba também é uma das melhores fontes alimentares de nitrato inorgânico, o que pode melhorar a dilatação dos vasos sanguíneos e limitar a inflamação em seu corpo, diminuindo o risco de doença cardíaca e câncer.

Corredores que aumentaram o consumo de beterraba antes de uma corrida podem correr mais rápido e fazer menos esforço durante a sua corrida em comparação com aqueles que consumem a mesma quantidade de calorias de outro vegetal qualquer. Este benefício está diretamente associado ao alto teor de nitrato na beterraba.

Pessoas com diabetes, por vezes, sofrem de uma condição chamada neuropatia diabética, onde os nervos ficam danificados. Alimentos, como a beterraba, que contêm um antioxidante chamado ácido alfa-lipoico podem ajudar a curar esse dano. A suplementação de ácido alfa-lipoico pode retardar ou mesmo reverter esse tipo de lesão do nervo, pelo menos em parte, devido a sua ação antioxidante.

Cuidados com a beterraba

Além do fato de que a beterraba pode colorir sua urina ou fezes na cor vermelha ou roxa, a principal desvantagem percebida da beterraba é o seu alto teor de nitrato. No entanto, beterraba e outros vegetais ricos em nitrato contém inibidores que parecem limitar quaisquer efeitos negativos destes nitratos, resultando em um efeito positivo na redução da pressão arterial.

Como cultivar beterraba?

Ao considerar como cultivar beterraba no jardim, lembre-se que ela cresce melhor em jardins residenciais, porque não precisa de muito espaço.

Solo – Quando pensar em como crescer beterraba no jardim, você não deve negligenciar o solo. Beterrabas lidam melhor com solos profundos, bem drenados, mas nunca em barro/argila, pois é muito pesado para as grandes raízes para crescer. Argila do solo deve ser misturada com matéria orgânica ajudar a suaviza-la. Solo duro pode tornar as raízes da beterraba duras. O solo arenoso é o melhor. Se você plantar beterrabas no outono, você deve usar um solo um pouco mais pesado para ajudar a proteger contra qualquer geada ou frio mais pesado.

Quando plantar – Beterrabas gosta do clima fresco. Elas crescem bem nas temperaturas agradáveis da primavera e do outono, se saindo mal em climas quentes.

Como plantar – Certifique-se de plantar as sementes de um a dois centímetros de distância em linha. Você pode cobrir as sementes levemente com terra solta, e, em seguida, polvilhar com água. Você deve ver as plantas começar a crescer entre sete a 14 dias. Se você quer um fornecimento contínuo, plante suas beterrabas em várias plantações, cerca de três semanas de intervalo uma da outra.

Sol – Você pode plantá-las na sombra parcial, mas quando cultivar, você quer as raízes chegando a uma profundidade de pelo menos 8-15 centímetros. Por isso não plante-as debaixo de uma árvore, onde pode encostar em raízes de árvores, prejudicando o crescimento.

Quando colher – A colheita pode ser feita de sete a oito semanas após a plantação de cada grupo. Quando as beterrabas atingirem o tamanho desejado, desenterre-se suavemente para cima a partir do solo. Folhas de beterraba podem ser colhida também enquanto a beterraba é jovem e a raiz ainda não formou completamente.

Como consumir a beterraba?

A beterraba pode ser batida em vitaminas com leite ou água, misturando-a com cenoura e folhas para uma dose extra de nutrientes. É também um ótimo acompanhamento para pratos quentes quando assada e cortada em pedaços. Um purê de beterraba fica ótimo para pastas que podem ser usadas em sanduíches e torradas. A beterraba ralada fica uma ótima cobertura para saladas e pratos no geral. Ainda você pode fazer receitas doces com beterrabas que ficam deliciosas!

Compartilhem conosco suas receitas e usos para a beterraba nos comentários abaixo!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.