A bebidas energéticas atraíram a atenção de cientistas e nutricionistas em todo o país. Um dos principais motivos é a taurina, um ingrediente comum encontrado nas bebidas ricas com cafeína e açúcar. Mas o que é essa substância e o que ela causa para seu organismo?

O que é a Taurina?

A taurina é uma forma de aminoácido contido em alimentos e fabricado no organismo a partir do aminoácido cisteína. Foi descoberto pela primeira vez na bile de touros e agora é produzido sinteticamente em grandes quantidades. Uma vez que a taurina é criada naturalmente no corpo humano, uma boa dieta fornece tudo que você precisa desse nutriente

Como a taurina é utilizada pelo corpo durante o exercício e em tempos de estresse, tornou-se um ingrediente popular nas bebidas energéticas. Taurina mostra um efeito ansiolítico no sistema nervoso central, causando uma possível redução dos sintomas de ansiedade associados à ingestão da cafeína. Embora isso possa parecer benéfico, talvez não seja a melhor coisa para a ingestão ao procurar energia para suas tarefas diárias.

Taurina faz mal?

A taurina, principalmente na sua forma natural, realmente mostra efeitos positivos sobre o sistema cardiovascular, sistema nervoso e sistema imunológico. Uma vez que se mostrou mitigando um pouco a ansiedade, isso pode contrariar os efeitos da cafeína nas bebidas energéticas. Alguns argumentam que isso pode fazer com que uma pessoa se sinta insatisfeita com a falta de adrenalina que eles recebem da bebida energética, fazendo com que eles busquem mais cafeína. Isso poderia levar a um círculo vicioso de dependência de cafeína, em casos extremos.

Estudos tem implicado que bebidas energéticas em doenças que vão desde hipertensão arterial até acidentes vasculares cerebrais e convulsões para as doenças cardíacas. Por estas razões, foi banido em alguns países depois de ter sido vinculado à morte de alguns consumidores.

Como consumir a taurina

Ao entender os benefícios da taurina, você entenderá melhor a função dela em bebidas energéticas e suplementos. (Foto: Revista Suplementação)

Taurina: benefícios e efeitos

Os cientistas sabem há alguns anos que a taurina está envolvida de alguma forma no desenvolvimento e função do cérebro. Mas recentemente descobriram uma área mais definida da atividade neurológica da taurina.

Embora a taurina seja conhecida por ser um aminoácido chave, os pesquisadores dizem que eles estão curiosos e intrigados ainda sobre a função da taurina no cérebro e tem mais perguntas do que respostas. Eles encontraram taurina trabalhando no interior do cérebro na área “reguladora” do tálamo, interagindo com neurotransmissores. O tálamo está envolvido nas vias do ciclo do sono e vigília no cérebro e outras atividades. Sua inclusão nesses suplementos é um pouco desconcertante, porque a pesquisa sugere que, ao invés de ser um energético, a taurina realmente teria mais um efeito sedativo no cérebro.

É notoriamente pouco conhecido sobre os efeitos das bebidas energéticas e suplementos de taurina no cérebro. Não se pode nem ter certeza de quanto da taurina na bebida ou suplementos atingem o cérebro. Supondo que algum deles se absorva, a taurina pode realmente desempenhar um papel de alívio aos excessos da cafeína.

Essa é uma grande preocupação porque se tornou moda com os jovens para misturar as bebidas com álcool. A porção diária de Taurina deve estar entre 100 mg e 500 mg e uma lata de uma bebida energética popular, por exemplo, pode ter até 1000 miligramas de taurina produzida sinteticamente. Algumas pessoas estão bebendo até oito latas por dia (8000 mg de Taurina), uma quantidade que pode ter efeitos semelhantes a drogas no corpo. Pesquisas atuais sobre a interação entre taurina e cafeína, sem mencionar a interação entre esses ingredientes e álcool, são inexistentes. Além disso, a mistura de estimulantes com sedativos, especialmente álcool, é potencialmente arriscada.

Taurina energético ou suplemento funciona?

Não há uma substância mágica para força e resistência. Energia verdadeira vem de uma dieta saudável rica em alimentos saudáveis. Evite completamente as bebidas energéticas, principalmente por sua alta cafeína e conteúdo de açúcar. Trate-os como refrigerantes, ou como piores ainda. As reivindicações elevadas sobre estas bebidas para a vitalidade instantânea são simplesmente ultrajantes e falsas.

Uma dieta boa e variada de alimentos vivos orgânicos e integrais dá-lhe toda a Taurina que você precisa, sem os altos e baixos de bebidas energéticas. A taurina natural é realmente benéfica para o corpo e pode ser encontrada no leite de vaca, carnes, peixes e ovos, e para vegetarianos, pode ser encontrada as algas marinhas. O consumo diário de taurina não deve ser superior a 500 mg; No entanto, quantidades mais elevadas de alimentos não mostraram efeitos tóxicos. Certifique-se de se exercitar e dormir o suficiente, e lembre-se, medicamentos e doenças podem queimas toda sua energia. Mantenha-se adequadamente hidratado com muita água purificada, especialmente quando você está exercitando com força ou está estressado.

É uma boa ideia beber bastante água, independentemente. Faça um consumo responsável de cafeína, açúcar e taurina. Os ingredientes dessas bebidas energéticas são uma receita para o desastre. Elas podem dar um gás no começo, mas você logo vai cair e, a longo prazo, vai só te prejudicar.

Alternativa à taurina e bebidas energéticas

Todo mundo precisa de um impulso de vez em quando, alguns mais frequentemente do que outros. No entanto, evite bebidas energéticas tóxicas em todos os momentos. Em vez disso, coma muitos alimentos energéticos. Isso significa frutas e vegetais. Considere tomar um suplemento de Vitamina B-12 ou outros mutivitamínicos com a devida recomendação médica. É uma maneira saudável de promover naturalmente a produção de energia, sem trazê-lo para baixo algumas horas depois.

Você toma suplementos de taurina? E bebidas energéticas?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.