A albumina é uma proteína importante no corpo que desempenha vários papéis cruciais para nossa sobrevivência. Quando o nível de albumina diminui, as consequências negativas podem desenvolver rapidamente. A albumina tem sido utilizada como um indicador do estado nutricional por nutricionistas por um longo período de tempo, mas novas pesquisas mostram que a albumina pode não ser afetada pela dieta. Quem tem algum problema de saúde, como intolerância ao glúten dos alimentos, deve tomar um cuidado extra ao escolher alimentos como este para sua dieta.

Albumina

Albumina é uma proteína no corpo que transporta a bilirrubina, os ácidos graxos, os metais, os íons, hormônios e as drogas exógenas em todo o corpo. Albumina em seu soro sanguíneo também coloca pressão sobre as células do seu corpo. Quando a concentração de albumina no soro sanguíneo diminui, o fluido pode escoar para fora das células do corpo, conduzindo a edemas. A albumina é também importante para a função plaquetária adequada, e os baixos níveis de albumina tem sido associados com dificuldade de combate a infecções. A albumina é feita a partir de proteínas na dieta por células do fígado, a uma taxa de 15 g / dia, em indivíduos saudáveis. O nível normal de albumina está entre 3,5-4,5 g/dl e pode ser medido num teste de sangue simples.

Dieta e Albumina

Diminuição nos níveis de albumina pode ser causada pelo consumo de proteína dietética inadequada. No entanto, desidratação, transfusões de sangue, marasmo, insuficiência hepática, ascite, inflamações, estresse metabólico, trauma, queimaduras e câncer também podem causar uma diminuição independente da ingestão de proteínas. Se tiver diminuído a albumina e uma destas condições que causam stress e inflamação, a redução pode não ser necessariamente relacionada com a ingestão de proteínas. Portanto, é importante determinar a causa da diminuição da albumina, para determinar se a intervenção dietética funcionará.

Consumo de albumina

Albumina para otimizar a malhação é uma boa opção, desde que seu consumo seja orientado por um médico. (Foto: reeducacaoalimentar.org)

Quantas gramas de albumina é recomendado ingerir por dia?

A ingestão de proteína diária recomendada para manter os níveis séricos de albumina em um adulto saudável abaixo de 65 anos deve ser de 0,8 gramas por quilograma de peso corporal, com um consumo mínimo de 50 gramas de proteína por dia para mulheres e 63 gramas por dia para os homens. Ingestão recomendada para indivíduos com idades de 65 para cima deve variar entre 0,8 e 1,0 gramas por quilo de peso corporal. Doenças, cirurgiaa, ossos quebrados, queimaduras e outras condições podem aumentar as necessidades diárias de proteínas para algo entre 1,1 e 2,0 gramas por quilograma de peso corporal. Consulte um médico ou nutricionista para ajudá-lo a descobrir a quantidade de proteína que você precisa em uma base diária.

Fontes de proteína

Proteínas completas, como aqueles que vêm de fontes animais, são os melhores para trata baixos níveis séricos de albumina. Isso inclui carne, peixe, aves, ovos e produtos lácteos. Uma porção de carne do tamanho de um baralho de cartas oferece 21 gramas de proteína. Um copo grande de leite fornece 8 gramas da proteína, e uma boa dose de iogurte pode fornecer 11 gramas, assim como um grande ovo fornece 6 gramas. Para aqueles que têm dificuldade em comer quantidades suficientes de alimentos, alguns produtos podem suprir a necessidade de albumina no corpo com a proteína sintetizada.

Quem deve incluir albumina na dieta?

Atletas, pessoas que malham com certa frequência entre outros. A albumina ajuda na recuperação muscular e de lesões, tornando-a a parte crucial de uma dieta que cuida para acelerar sua recuperação. Porém, nada de ingerir albumina sem a consulta com um médico ou nutricionista. O excesso de substâncias no organismo pode ser muito maléfico e prejudicial ao seu treino no longo prazo. Cuidado ao ingerir o que as pessoas vão sugerindo: apenas um profissional da nutrição ou da saúde tem a capacidade de sugerir tais ingestões em sua dieta.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.