Este artigo tem o propósito apenas de informar as pessoas melhores sobre o descolamento de retina sua cura, e tratamento. Um oftalmologista que tenha examinado os olhos do paciente e esteja familiarizado com seu histórico médico é a melhor pessoa para responder a perguntas específicas sobre esse problema de saúde.

O que é o descolamento da retina?

A retina é a camada de tecido sensível à luz que reveste o interior do olho e envia mensagens visuais através do nervo óptico para o cérebro. Quando a retina se descola, ela é levantada ou puxada de sua posição normal. Se não for prontamente tratada, o deslocamento da retina pode causar perda de visão permanente. Em alguns casos, pode haver pequenas áreas da retina que são rasgadas. Essas áreas de rupturas da retina podem levar ao descolamento da retina.

Quais são os diferentes tipos de descolamento da retina?

Existem três tipos diferentes de desprendimento de retina:

Descolamento de Retina Regmatogênico: um rasgo ou quebra na retina permite que o fluido fique sob a retina e separe-a do epitélio pigmentar da retina, a camada de células pigmentadas que nutre a retina. Estes tipos de desprendimentos de retina são os mais comuns.

Descolamento de Retina Tracional – Neste tipo de descolamento, o tecido cicatricial na superfície da retina contrai-se e faz com que a retina se separe do epitélio pigmentar. Este tipo de descolamento é menos comum.

Descolamento de Retina Exsudativo: frequentemente causada por doenças retinianas, incluindo distúrbios inflamatórios e lesões/traumatismos oculares. Neste tipo, o líquido escapa para a área debaixo da retina, mas não há rasgos ou quebras na retina.

Cuidados com descolamento de retina

O descolamento de retina que não for tratado pode levar um indivíduo até à cegueira. Todo cuidado é pouco! (Foto: Bel Marra Health)

Quem está em risco de descolamento da retina?

Um descolamento de retina pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais comum em pessoas com mais de 40 anos de idade. Afeta os homens mais do que as mulheres e os brancos mais do que os afrodescendentes. Um descolamento de retina também é mais provável de ocorrer em pessoas que:

  • São extremamente míopes
  • Tiveram um deslocamento de retina no outro olho
  • Tem um histórico familiar de descolamento de retina
  • Fizeram uma cirurgia de catarata
  • Tem outras doenças ou distúrbios oculares, tais como a uveíte, miopia degenerativa ou degeneração de qualquer natureza nos olhos
  • Tiveram uma lesão no olho

Ao contrário do que muitos pensam, ler em ônibus não provoca o descolamento da retina.

Quais são os sintomas do descolamento da retina?

Os sintomas incluem um aumento súbito ou gradual no número de flutuadores, que são pequenas manchas que flutuam no seu campo de visão e/ou luzes intermitentes nos olhos. Outro sintoma é a aparência de uma cortina sobre o campo de visão. Um descolamento de retina é uma emergência médica. Qualquer pessoa que experimenta os sintomas de um descolamento de retina devem consultar um oftalmologista imediatamente.

Deslocamento de retina tem cura com tratamento

Buracos pequenos e rasgos são tratados com cirurgia a laser ou um tratamento especial de congelamento. Estes procedimentos são geralmente realizados no consultório do médico. Durante a cirurgia a laser, pequenas queimaduras são feitas em torno do buraco para “soldar” a retina de volta no lugar. No segundo tratamento, a área ao redor do buraco é congelada para ajuda a reconectar a retina.

Os descolamentos de retina são tratados com cirurgia que pode exigir que o paciente permaneça no hospital. Em alguns casos, uma pequena faixa sintética, é anexada à parte externa do globo ocular para empurrar suavemente a parede do olho contra a retina descolada. Se necessário, também pode ser realizada uma vitrectomia. Durante uma vitrectomia, o médico faz uma pequena incisão na esclera (branco do olho). Em seguida, um pequeno instrumento é colocado no olho para remover o vítreo, uma substância semelhante a um gel que preenche o centro do olho e ajuda o olho manter uma forma redonda. Gás é muitas vezes injetado no olho para substituir o vítreo e reconectar a retina; O gás empurra a retina de volta contra a parede do olho. Durante o processo de cicatrização, o olho produz fluido que gradualmente substitui o gás e enche o olho. Com todos estes procedimentos, laser ou congelamento, o propósito é “soldar” a retina de volta no lugar.

Descolamento de retina: recuperação

Com a terapia moderna, aqueles com um descolamento de retina podem ser tratados com sucesso, embora às vezes um segundo tratamento seja necessário. No entanto, o resultado visual nem sempre é previsível. O resultado visual final pode não ser conhecido por até vários meses após a cirurgia. Mesmo sob as melhores circunstâncias, e mesmo após várias tentativas de reparo, o tratamento às vezes falha e visão pode eventualmente ser perdida. Os resultados visuais são melhores se o descolamento da retina for reparado antes que a mácula (região central da retina responsável pela visão fina e detalhada) se descole. É por isso que é importante entrar em contato com um profissional de cuidados com os olhos imediatamente se você ver um aumento repentino ou gradual no número de flutuadores e/ou flashes de luz, ou uma cortina escura sobre o campo de visão.

Prevenção do descolamento de retina

Principalmente quem está em fator de risco para o descolamento da retina precisa se consultar anualmente com o oftalmologista para a detecção de quaisquer problemas antes que eles se agravem. Usar proteção para os olhos durante o trabalho com equipamento pesado também é necessário para evitar lesões nos olhos. O uso de óculos escuros durante o dia também pode auxiliar na proteção aos olhos.

Você tem ou conhece alguém que teve deslocamento de retina? Como foi ou como está sendo o tratamento?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.