A catarata é uma opacificação do cristalino do olho. Este artigo vai focar sobre a catarata em adultos, mas também há uma forma de catarata que afeta crianças, chamada de catarata congênita, que deixaremos para próximos artigos.

Causas da catarata

A lente do olho é normalmente transparente e atua como a lente de uma câmera, deixando a luz passar para a parte posterior do olho. Até que uma pessoa esteja com cerca de 45 anos de idade, a forma da lente é capaz de mudar. Isso permite que a lente foque em um objeto perto ou longe.

À medida que envelhecemos, as proteínas nas lentes começam a quebrar e a lente torna-se turva. O que o olho vê pode parecer embaçado. Esta condição é conhecida como uma catarata.

Os fatores que podem acelerar a formação da catarata são:

  • Diabetes;
  • Inflamação dos olhos;
  • Lesão ocular;
  • Histórico familiar de catarata;
  • Uso prolongado de corticosteróides (tomados por via oral ) ou certos medicamentos;
  • Exposição à radiação;
  • Cigarro;
  • Cirurgia para outro problema ocular;
  • Demasiada exposição à luz ultravioleta (luz solar).

Em muitos casos, a causa da catarata é simplesmente desconhecida.

Sintomas da catarata

Cataratas em adultos se desenvolvem lentamente e sem dor. Os olhos afetados lentamente ficam piores. A turvação leve da lente geralmente ocorre após os 60 anos, mas pode não causar quaisquer problemas de visão. Aos 75 anos, a maioria das pessoas tem cataratas que afetam sua visão.

Os problemas visuais podem incluir as seguintes alterações:

  • Ser sensível ao ofuscamento;
  • Visão nublada, distorcida, enevoada ou transparente;
  • Dificuldade para enxergar à noite ou com pouca luz;
  • Visão dupla;
  • Perda de intensidade da cor;
  • Problemas em ver formas contra um fundo ou a diferença entre tons de cores;
  • Vendo círculos ao redor das luzes.

A catarata geralmente levam a diminuição da visão, mesmo à luz do dia. A maioria das pessoas com catarata têm alterações similares em ambos os olhos, embora um olho possa ser pior do que o outro. Muitas pessoas com essa condição têm apenas alterações visuais leves. Outros sintomas podem incluir:

Exames e testes para a catarata

Um exame ocular padrão e o exame de lâmpada de fenda são usados ​​para diagnosticar a catarata. Outros testes de diagnóstico raramente são necessários, exceto para descartar outras possíveis causas de má visão.

Catarata e suas consequências

A catarata é um problema bem simples de cuidar e geralmente o paciente recupera a visão completamente após a cirurgia. (Foto: michaelduplessie.com)

Tratamento para a catarata

As medidas a seguir podem ajudar as pessoas que têm uma catarata precoce:

  • Melhores óculos;
  • Melhor iluminação;
  • Lentes de aumento;
  • Óculos de sol.

Enquanto a visão fica pior, você pode precisar fazer alterações ao redor da casa para evitar quedas e lesões.

O único tratamento definitivo para a catarata é a cirurgia para removê-la. A cirurgia é feita se você não conseguir realizar suas atividades normais como dirigir, ler ou olhar para telas de computador ou de TV mesmo com óculos.

Se a catarata não é incômoda, a cirurgia geralmente não é necessária. A catarata geralmente não prejudica o seu olho, de modo que você pode ter a cirurgia quando é conveniente para você. No entanto , algumas pessoas podem ter problemas oculares suplementares, tais como a retinopatia diabética, que não podem ser tratados sem primeiro ter a cirurgia da catarata.

Prognóstico da catarata

A visão pode não melhorar após a cirurgia de catarata se outras doenças oculares, como a degeneração macular, estão presentes. Os oftalmologistas podem normalmente, mas não sempre, determinar com antecedência os resultados.

Complicações possíveis da catarata

Diagnóstico e tratamento precoce são fundamentais para a prevenção de problemas de visão permanente. Apesar de rara, a catarata que passa a uma fase avançada (chamada de catarata hipermadura) pode começar a vazar para outras partes do olho. Isto pode causar uma forma de glaucoma doloroso e inflamação no interior do olho.

Prevenção da catarata

A melhor prevenção envolve o controle de doenças que aumentam o risco de uma catarata e evitar a exposição a fatores conhecidos a promover a formação de cataratas. A exemplo, usar óculos escuros quando você está do lado de fora durante o dia pode reduzir a quantidade de radiação ultravioleta (UV) a que seus olhos estão expostos. Alguns óculos de sol não filtram o UV prejudicial. Um oftalmologista deve ser capaz de dizer-lhe que óculos são capazes de filtrar mais UV. Para os pacientes que fumam cigarros, parar vai diminuir o risco de catarata.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.