Quando o médico recomenda uma medicação ou procedimento, seja por qualquer motivo, você quase certamente tem dúvidas e preocupações, ou mesmo medo.

Todas estas reações são normais. Mas isso não significa que você precisa aceitar tudo o que você acabou de ouvir por conta da confiança e tempo de atendimento pelo médico. Seu próximo passo deve ser o de obter uma segunda opinião.

Segunda opinião é um direito

Você não deve hesitar em pedir uma segunda opinião com medo de ofender o seu médico. Na verdade, a maioria dos médicos incentiva segundas opiniões e mesmo terceiras, especialmente quando se trata de uma grande operação ou procedimentos que mudarão muito na rotina e no estilo de vida do paciente.

Por que procurar uma segunda opinião ?

Talvez você não está se sentindo confiante sobre as decisões do seu médico. Talvez você esteja se sentindo apressado. Outras razões para obter uma segunda opinião incluem:

  • Se plano de saúde pode exigir antes de cobrir o seu tratamento;
  • Você pode ter opções, incluindo não necessitar do medicamento ou procedimento, ou um ser menos caro do que o outro;
  • Você está preocupado com o risco ou como ele pode afetar sua vida, família ou trabalho.
Segunda opinião médica

Uma segunda opinião médica irá ajudar com que você se sinta mais seguro e tome a decisão certa para sua saúde. (Foto: www.secondopinion.com)

Como faço para procurar uma segunda opinião?

Comece com o seu médico para uma recomendação ou, se você tem um de outra fonte, pergunte ao seu médico sobre esta pessoa. Para a segunda ou terceira médicos ou especialistas, você também pode:

  • Perguntar a família ou amigos que já foram tratados com a mesma condição;
  • Obter uma lista de médicos aprovados a partir de sua companhia de seguros ou o administrador do plano de saúde do seu empregador;
  • Contactar entidades médicas locais;
  • Pesquisar na rede por médicos conceituados para o atendimento que você precisa.

O que eu faço para procurar uma segunda opinião?

Antes de visitar um segundo médico, tenha seus registros encaminhados para ele ou ela. Melhor ainda, obtenha um conjunto completo de seu histórico de saúde e leve-os com você. Além disso, não se esqueça de ir com perguntas específicas. Quanto mais específicas são suas perguntas, mais focada será a sua reunião e melhor a segunda opinião será. Você também deve trazer um bloco e caneta para anotar coisas importantes e considerar ter um outro significativo, como um parente ou companheiro para sentar e ouvir e não falar.

Quando estiver pronto, peça ao segundo médico para enviar suas anotações para você e seu médico .

E a divergência de opiniões?

E se as opiniões divergem, vá com a melhor avaliação. Uma boa regra de ouro é: será que o plano de seu médico ou o segundo médico faz mais sentido, envolve o menor risco e foca sobre as questões médicas que são mais importantes para você?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.