Dicas para acabar com as aftas

Escrito na categoria "Beleza" por Bruno Almeida.

Hoje nós vamos falar sobre afta ou estomatite aftosa, estas que são lesões que aparecem na boca, elas podem aparecer em vários tamanhos e em várias quantidades. Existem casos que dependendo do grau de inflamação estas aftas podem ser bem dolorosas, mas você que sofre com este problema deve ficar tranqüilo e pode ajudar a curá-las mais rapidamente.

O que causa a afta?

Por incrível que pareça, as aftas ainda é um grande mistério do ramo da saúde, mas existem especialistas de saúde bucal que afirma que elas são causadas pela ingestão exagerada de alimentos com alto nível acidez.

Eles afirmam que elas também podem ocorrer como deficiência no sistema imunológico quando o organismo está com baixa resistência. Isso acontece com bastante freqüência na TPM, desnutrição e pode ser causada pela predisposição da genética do paciente.

Duração

As aftas são bem chatas, mas tem uma curta duração. Em média elas duram no máximo 4 dias se forem bem tratadas. No caso de você não perceber uma melhora em no máximo 2 semanas, você deve procurar um especialista imediatamente.

O que são aftas?

Veja como acabar com as aftas

Como tratar?

Você tem várias formas de amenizar a dor causada por elas e em alguns casos você vai curá-la de um dia para o outro. Trouxemos 5 dicas para acelerar o processo de cicatrização das aftas, confiram abaixo:

Ficou bem claro que ainda não existe uma forma de evitar o aparecimento das aftas, mas certamente você vai sair daqui com várias dicas de com acelerar o processo de cicatrização delas.

Sobre o autor

Autor Bruno Almeida

Bruno Almeida é formado em Educação Física pela UFV - Universidade Federal de Viçosa. Foi aluno destaque do instituto e agora compartilha seus conhecimentos no site Saúde Melhor!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista. Procure sempre orientação médica presencial antes de consumir ou utilizar qualquer produto ou substância terapêutica.