Incontinência urinária acontece quando você não é capaz de manter a urina vaze de sua uretra, o tubo que transporta a urina para fora do corpo a partir de sua bexiga. Pode ocorrer vazamento de urina involuntariamente ou você pode não ser capaz de segurar a urina. Os três principais tipos de incontinência urinária são:

Incontinência urinária de esforço: ocorre durante certas atividades como tossir, espirrar, rir, ou fazer exercício;
Incontinência de urgência: envolve uma forte necessidade repentina de urinar. Em seguida, a bexiga aperta e você perde urina. Você não tem tempo suficiente depois que você sente a necessidade de urinar para chegar ao banheiro;
Incontinência de excesso: ocorre quando a bexiga não pode esvaziar. Isto leva a escorrer urina;
Incontinência mista: envolve mais do que um tipo de incontinência urinária.

A urina e a bexiga saudáveis

Normalmente , a bexiga começa a encher de urina a partir dos rins . A bexiga se estende para permitir que mais urina seja armazenada. Você deve sentir a primeira vontade de urinar quando há cerca de 200 ml (pouco menos de 1 xícara ) de urina armazenada na bexiga. Um sistema nervoso saudável irá responder a esta sensação de alongamento, permitindo que você saiba que você tem de urinar. Ao mesmo tempo, a bexiga deve manter o enchimento.

A pessoa média pode conter cerca de 350-550 ml (mais de 2 xícaras ) de urina na bexiga. Dois músculos ajudam a controlar o fluxo de urina:

  • O esfíncter ( músculos circulares em torno da abertura da bexiga) devem ser capazes de apertar para evitar que a urina escorra;
  • O músculo da parede da bexiga deve ficar relaxado para que a bexiga possa se expandir.

Quando é hora de esvaziar a bexiga, a parede do músculo da bexiga aperta para forçar a urina para fora da bexiga. Antes de este músculo apertar, seu corpo deve ser capaz de relaxar o esfíncter para permitir que a urina passe para fora do seu corpo.

Para controlar a micção , você deve ter :

  • Um sistema urinário saudável;
  • Um sistema nervoso saudável;
  • A capacidade de sentir e responder à vontade de urinar.

A incontinência é mais comum entre os idosos. As mulheres são mais propensas que os homens a ter incontinência urinária. Bebês e crianças não são incontinentes antes de terem sido treinados a usarem o banheiro. Crianças até aos 6 anos de idade ainda pode ter acidentes, às vezes. Jovens (e às vezes adolescentes) meninas podem vazar um pouco de urina quando riem.

Cuidando da incontinência urinária

Afetando homens e mulheres, a incontinência pode ser tratada e solucionada com cuidados básicos. (Foto: www.health.com)

Causas da incontinência urinária

Causas da incontinência urinária incluem:

  • Bloqueio no sistema urinário;
  • Problemas cerebrais ou nervosos;
  • Demência ou outros problemas de saúde mental que tornam difícil sentir e responder à vontade de urinar;
  • Problemas com o sistema urinário;
  • Problemas nervosos e musculares.

A incontinência pode ser súbita e desaparecer após um curto período de tempo. Ou, esta pode continuar a longo prazo. Causas da incontinência súbita ou temporária incluem:

  • Tempo demais em cama como, por exemplo, quando se recuperando de cirurgia;
  • Certos medicamentos (como diuréticos , antidepressivos , tranquilizantes, alguns remédios para tosse e resfriado e anti-histamínicos para as alergias);
  • Confusão mental;
  • Gravidez;
  • Infecção ou inflamação da próstata;
  • Impactação de fezes de prisão de ventre grave, que faz com que a pressão sobre a bexiga aumente;
  • Infecção urinária ou inflamação;
  • O ganho de peso.

Causas que podem ser de mais longo prazo :

  • Doença de Alzheimer;
  • O câncer de bexiga;
  • Espasmos da bexiga;
  • Depressão;
  • Ampliação da próstata nos homens;
  • Condições do sistema nervoso, tais como a esclerose múltipla ou derrame;
  • Dano do nervo do músculo após o tratamento de radiação para a pélvis;
  • Prolapso pélvico em mulheres: em queda ou deslizamento, da bexiga, da uretra, o reto ou na vagina, a qual pode ser causada pela gravidez e parto;
  • Problemas com o aparelho urinário;
  • Lesões da medula da Coluna Vertebral;
  • A fraqueza do esfíncter, os músculos em forma de círculo que abrem e fecham a bexiga (isto pode ser causado pela cirurgia da próstata nos homens, ou cirurgia para a vagina nas mulheres);

Cuidados em casa para a incontinência urinária

O tipo de tratamento que você recebe depende do que causou sua incontinência e que tipo você tem, seguindo as instruções do seu médico para tal. Os seguintes métodos são utilizados para fortalecer os músculos pélvicos:

  • Reeducação da bexiga: você passa urinar em uma agenda, mesmo que você não sinta a necessidade de ir. Entre idas ao banheiro, tente esperar até o próximo horário agendado. Na primeira, você pode precisar para agendar de urinar toda hora. Gradualmente, você pode aumentar em meia hora a uma hora até que você só urina uma vez a cada 3-4 horas, sem vazamento;
  • Os exercícios de Kegel: apertar os músculos pélvicos durante 10 segundos, depois relaxa -los por 10 segundos. Repita 10 vezes. Faça estes exercícios três vezes por dia. Você pode fazer os exercícios de Kegel qualquer hora , em qualquer lugar;
  • Para vazamentos de urina , use absorventes. Há muitos produtos bem desenhados que ninguém vai notar.

Outros tratamentos incluem:

  • Mantenha seus movimentos intestinais regulares para evitar constipação. Tente aumentar a fibra na sua dieta;
  • Pare de fumar para reduzir a tosse e irritação da bexiga. Fumar também aumenta o risco de câncer de bexiga;
  • Evite álcool e bebidas com cafeína, como o café, que podem estimular a sua bexiga;
  • Perca peso, se você precisar;
  • Evite alimentos e bebidas que podem irritar a bexiga, como alimentos condimentados, bebidas gaseificadas, frutas cítricas e sucos;
  • Se você tem diabetes , mantenha seus níveis de açúcar no sangue sob controle.

Se você tiver incontinência por transbordamento ou não pode esvaziar a bexiga completamente, você pode precisar usar um cateter, mas só seu médico para saber dessa necessidade ou não.

Quando procurar um médico?

Converse com seu médico sobre a incontinência . Prestadores de cuidados de saúde que tratam a incontinência são os ginecologistas e urologistas. Eles podem encontrar a causa e recomendar tratamentos. Procure um médico especialista, se de repente você perde o controle da urina. Cuide da sua saúde mas não faça, em hipótese alguma o tratamento por conta própria. Auto medicação pode piorar a situação e o problema pode ser o sintoma de algo pior, como pedras nos rins.

Você já teve incontinência urinária? O que você fez para resolver o problema? Qual médico você consultou e qual tratamento foi feito?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)